Em dia de muitas ideias, mas de pouca inspiração, colo aqui um pedacinho que roubei ao Eugénio de Andrade. Uma paixão que se renova a cada leitura.

Respiro o teu corpo

"
Respiro o teu corpo:
sabe a lua-de-água ao amanhecer,
sabe a cal molhada,
sabe a luz mordida,
sabe a brisa nua,
ao sangue dos rios,
sabe a rosa louca, ao cair da noite
sabe a pedra amarga,
sabe à minha boca."
 Posted by Picasa

3 comentários:

Cristina disse...

Agora que caiste na blogosfera é só blogar, só blogar...
E é bom ver fazer as coisas com paixão...
Continua que eu estou gostando
Beijocas

Anjo Além Mar disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anjo Além Mar disse...

"Qdo se olha para um nada, encontra-se um tudo",fico qdo sem sono na net e navego em busca de horizontes, achei esse caminho, encontrei essa joia "Respiro teu corpo"..bom gosto sensibilidade é nata no ser humano..parabéns...beijos Clau

Quarta-feira, Novembro 16, 2005 3:23:05 AM

Subscribe