Amar é reconhecer nos outros um ser misterioso, e não um objecto - tu eras uma vibração à tua volta, não a estreita presença de um corpo. Aqueles que não amamos nem odiamos são nítidos como uma pedra. Sentir neles uma pessoa é começar a amar ou a odiá-los. Só amamos ou odiamos quem é vivo para nós.

Vergílio Ferreira, in 'Estrela Polar'
 Posted by Picasa

4 comentários:

Fernando Pinho disse...

O amor é qualquer coisa de estranho. Tal como nós. Tal como o mundo. Continua a encantar-nos com os textos que escolhes... serão uma paixão?

Agente Y disse...

Primeira visita ao blog... belas fotos, muito bem escolhidas! Também li alguns poemas e gostei deles. Só que a dona do blog está muito tímida... tem que ficar mais solta. (rs)

Daniel disse...

No espaço de uma semana conseguis-te aqui deixar um traço bem vincado do teu estado de espiritu actual... valorizo muito a forma como escreves e o que escolhes para melhor definir este teu encanto pela escrita!
Continua a libertar esse conjunto de sensações e emoções que vivem em ti...

Cleopatra disse...

Olá! Boa Noite!
Tudo de BOM
O Blog é girissimo.
pena não conhecer a autora.
Ou conheço??
Fotografia, textos escolhidos e escritos .
TUDO!

Gostei muito Vou voltar de certeza.

Subscribe