"O que é um latifúndio?
Pois uma pergunta que na verdade se insere na política actual que vivemos.
Mas antes disso há outra coisa.
Antes disso há a presença de uma mulher de Grândola que veio para a frente fazer uma pergunta.
Uma mulher que se libertou dos complexos que ainda afligem grande número das mulheres portuguesas. Pois, é isto na realidade que nós temos que fazer ainda acima de tudo.
É fazer com que o homem e a mulher portuguesa se unam numa só pessoa. Porque eles não são diferentes. Eles completam-se. (…)
Vai longe e, esperemos que não volte, o tempo em que o homem explorava a mulher. Em que o homem colonizava a mulher. Porque colonizar não é só aquilo que fizemos no ultramar. Colonizar não é só aquilo que alguns senhores querem fazer do nosso país. É obrigar a mulher a servi-lo sem lhe dar na realidade aquilo que ela merece em troca. "

E pronto fiquei elucidada! Já sei o que é um latifúndio.
Perceberam todos? ou alguém ainda tem dúvidas?

2 comentários:

rui disse...

fiquei esclarecido

Apache disse...

Eh, eh...
Interessante, esta analogia.

Subscribe